Anterior Próximo

TESTE: FIAT MOBI DRIVE COM MOTOR 1.0 DE TRÊS CILINDROS

Nova versão intermediária do hatch chega ao mercado com o título de "1.0 mais econômico do Brasil" por R$ 39.870 e mira no VW up! aspirado

FIAT MOBI 1.0 DRIVE (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Impressões ao volante Por fora, só o emblema na tampa traseira de vidro denuncia a nova opção, mas basta girar a chave de ignição para notar o ruído típico dos motores de três cilindros – algo mais metálico e agudo do que os quatro cilindros. No quadro de instrumentos, o Mobi ganhou a mesma tela de TFT que exibe informações do sistema de som e do computador de bordo no “irmão maior”.

De acordo com o fabricante, o destaque fica por conta do consumo de combustível – a ponto de conquistar o título de 1.0 mais econômico do Brasil. Segundo os números do Inmetro para o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veículo, a versão Drive percorre 13,7 km/l na cidade e 16,1 km/l com gasolina – a futura opção Dualogic fez 14 km/l e 15,9 km/l, respectivamente.

FIAT MOBI 1.0 DRIVE (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Com até 77 cv de potência e 10,9 kgfm de torque, o conjunto mecânico promete agilidade aos 945 kg do compacto, mas isso só se cumpre em partes. A baixa rotações, situação mais comum no trânsito urbano, o Mobi Drive realmente está mais esperto do que as versões com motor de quatro cilindros, só que o basta elevar os giros para notar as limitações do novo propulsor.

Ponto positivo para a Fiat (e para o hatch) é que a promessa de economia se cumpriu durante o primeiro contato, com média de 15 km/l com gasolina no uso misto. Além disso, a direção elétrica não é anestesiada como em alguns modelos com esse tipo de assistência e tem bom peso – há também a função City, que reduz os esforços para manobras a baixas velocidades.

FIAT MOBI 1.0 DRIVE (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Custo-benefício

Beirando os R$ 40 mil, a nova opção Drive está longe de ser a mais barata do mercado, só que o preço está mais em conta do que o VW up! na versão de entrada Take em configuração semelhante, que custa R$ 42.390. Com a mesma proposta urbana, o modelo da Fiat consome menos, mas ainda perde para o concorrente no que diz respeito ao acabamento interno e ergonomia.

Outro ponto a ser levado em consideração é a segurança, já que o Mobi ainda não foi submetido aos testes de colisão do Latin NCAP, mas fontes ligadas à marca garantem que o compacto teria capacidade para conseguir três estrelas de proteção seguindo os parâmetros antigos – para efeito de comparação, o up! conquistou a nota máxima de cinco estrelas.

FIAT MOBI 1.0 DRIVE (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Nossas lojas

© Guarautos
Redes sociais:
Aplicativos:
Desenvolvido pela Nova M3